Lista GE: de Renato a R10, relembre ídolos que marcaram época em Grêmio e Flamengo

GloboEsporte.com lembra atletas que tiveram passagens vitoriosas pelos dois clubes antes do início das semifinais da Libertadores

Tamo junto, tô fechado com vocês e agora eu sou Mengão!” O discurso inflamado de Ronaldinho Gaúcho em sua apresentação no Flamengo em 2011 após 10 anos de Europa chamou atenção. Não só pela mudança no estilo do craque, sempre adepto a frases curtas e prontas, mas também porque negava uma vez mais o clube em que foi forjado. Após uma saída conturbada do Grêmio em 2001, negociou com o Tricolor para voltar, mas na última hora preferiu o Flamengo.

O filho mais famoso da Dona Miguelina teve a honra de defender a camisa dos dois semifinalista da Libertadores – o confronto de ida ocorre nesta quarta, às 21h30, na Arena. Mas não foi único a trocar o antigo Olímpico pela Gávea ou fazer o caminho inverso. A lista é grande e tem nomes como Renato Gaúcho, Paulo Nunes, Zinho, Tita, entre muitos outros. Relembre alguns nomes abaixo:

Hoje alternativa na lateral direita do Grêmio, Léo Moura virou um ícone do Flamengo. Permaneceu na Gávea por 10 anos e conquistou um Brasileirão (2009), duas Copas do Brasil (2006 e 2013) e cinco Cariocas (2007, 2008, 2009, 2011, 2014). Capitão do time, disputou 519 partidas, com 47 gols, até rumar ao futebol dos Estados Unidos, em 2015. Ao deixar o Flamengo, curiosamente, disse que Paulo Victor, hoje goleiro Tricolor, o sucederia como ídolo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *